É inegável o quanto os avanços tecnológicos impactaram na medicina. Além dos procedimentos médicos, o atendimento e a administração de clínicas e hospitais sofreram profundas mudanças, que chegaram para facilitar o dia a dia de todos os profissionais envolvidos. Um bom exemplo disso foi a migração dos antigos prontuários de papel para o prontuário eletrônico.

Trata-se de uma ferramenta que permite a inserção de todos os dados relacionados ao estado de saúde e tratamentos aos quais o paciente foi submetido em um sistema informatizado. A partir daí, com poucos cliques, é possível consultar esses dados e se inteirar das condições gerais de cada um. Normalmente, trata-se de uma ferramenta que faz parte de softwares de gestão especializados em clínicas médicas.

Se você deseja entender melhor quais as vantagens da implantação desse sistema em sua clínica, siga com a leitura e descubra tudo o que você precisa saber sobre o assunto.

Acesso facilitado ao histórico do paciente

Na época dos prontuários de papel, consultar o histórico do paciente não era tarefa fácil. Muitas vezes, quando alguém ligava para a clínica, os atendentes demoravam a identificar com quem estavam falando. Hoje em dia, o prontuário eletrônico pode ser acessado com poucos cliques, o que significa que a cada atendimento, seja na recepção ou no consultório, o paciente se sentirá reconhecido e acolhido.

Economia a longo prazo

Prontuários impressos demandam a compra de papéis e de arquivos para armazená-los. Além disso, é necessário disponibilizar um espaço físico para mantê-los em bom estado. Tudo isso significa que haverá custos. A substituição pelos prontuários eletrônicos demanda apenas a contratação de um sistema de gestão especializado em estabelecimentos médicos. A partir daí, não será necessário mais papéis e tintas de impressão para atualizá-los.

Sustentabilidade

Papéis são derivados de árvores. Boa parte da sua produção está relacionada ao desmatamento de florestas. É claro que não seremos radicais a ponto de dizer que o consumo de folhas de papel deveria ser totalmente abolido. Entretanto, com os avanços tecnológicos, já é possível suprimir algumas impressões. Um bom exemplo disso é o prontuário médico. Uma vez que você implanta o prontuário eletrônico em sua clínica, já está fazendo um bem ao meio ambiente pela redução da necessidade de impressões.

Segurança de dados

Um prontuário impresso perdido dificilmente será recuperado. Não existem cópias de segurança para papéis. O prontuário eletrônico, por sua vez, permite a realização de backup, além do armazenamento de dados em nuvem. Isso significa que sempre haverá uma cópia de segurança caso algum dado seja perdido. O armazenamento é online e, portanto, os documentos estão isentos de danos, ainda que computadores da clínica apresentem falhas.

Integração entre profissionais

O prontuário eletrônico permite o compartilhamento de dados entre profissionais de diferentes especialidades médicas, além do pessoal da recepção. Isso traz a cultura do trabalho em equipe e estimula a comunicação interna, tão importante em qualquer ambiente de trabalho, especialmente quando lidamos com pessoas.

O prontuário eletrônico é a melhor opção para a sua clínica, independentemente do porte. Ele é capaz de ajudar até mesmo na captação e retenção de pacientes.

Se este post foi útil para você, não deixe de compartilhá-lo em suas redes sociais.